Primeiramente, o que é economia criativa? O termo nomeia os modelos de negócio que produzem bens e serviços a partir do capital intelectual, ou seja, empresas nas quais os donos e colaboradores empregam conhecimento, criatividade e inovação no desenvolvimento de itens tangíveis e intangíveis. Enquadram-se na categoria os empreendimentos relacionados à cultura, moda, design, arquitetura, tecnologia, comunicação, Internet e outros. Um mercado de muitos bilhões no mundo, que ano a ano conquista mais expressividade e adeptos.

economia-criativa

Com uma força de transformação estrondosa, o setor extrapola o aspecto comercial e participa ativamente do desenvolvimento social por meio de iniciativas voltadas ao bem-estar, qualidade de vida, ampliação de inclusões e crescimento sustentável. A soma de tantas peculiaridades resulta em uma sintonia singular com o conceito de trabalho coletivo, que encontra no coworking um terreno fértil para ser colocado em prática. A matéria-prima do segmento, a criatividade, é o principal fio condutor deste elo. A velha máxima de “duas cabeças pensam melhor do que uma” é levada à risca na união. Vale ressaltar que trabalho coletivo tem um amplo significado e, no geral, representa toda atividade realizada em equipe. No contexto do coworking, o conceito é utilizado para designar a proximidade profissional entre as pessoas que compartilham o espaço, o que pode originar vários modelos de troca.

Promover o encontro de profissionais com diferentes especialidades enriquece o processo de todos. A ausência de fronteiras restritivas nas áreas relacionadas à economia criativa propicia uma integração fluída entre as carreiras, independente de ser similares ou distintas. Por exemplo, um publicitário que compartilha espaço de trabalho com uma arquiteta ou um estilista pode absorver importantes aprendizados com a convivência, além da possibilidade de realizar projetos em parceria. Aliás, se levada em consideração a atual corrente de pensamento que acredita na transição do capitalismo para uma economia colaborativa, a pertinência do raciocínio coletivo obtém ainda mais sentido.

coworking-como-funcionaO coworking é uma excelente opção para as pessoas que precisam de um ambiente apropriado para desenvolverem suas atividades profissionais. Um espaço adequado, local para reuniões e facilidades como café, internet e segurança são algumas das vantagens da escolha. Porém, os benefícios são ainda melhores ao se observar a troca de experiências que o local viabiliza. O compartilhamento de escritório no universo da economia criativa, que justamente usa a criatividade como recurso empresarial, permite um infinito de possibilidades, ideias e parcerias. Com imaginação e inteligência, a decisão de aderir ao coworking tem um coletivo de vantagens.

Fonte: Oficina Coworking